Oficina da Emater estimula alunos da Apae de Lajeado para plantio de mudas

Parte do Projeto Cidadania e Inclusão Social na Apae, executado pela Emater/RS-Ascar em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Lajeado, a oficina para plantio de mudas e plantas medicinais, condimentares e aromáticas foi realizada em dois turnos - na tarde de quinta (24/06) e na manhã de sexta-feira (25/06). Com a participação de alunos, professores, responsáveis, cuidadores e outros profissionais, a atividade é parte de uma série de ações que visam promover a cidadania e a inclusão social das Pessoas Com Deficiência (PCDs) da Apae de Lajeado e de suas famílias.


Na ocasião, o grupo foi estimulado a ter contato direto com a terra, com pedrinhas, as plantas e outros materiais com vistas a incentivar os sentidos e a coordenação motora dos envolvidos. "A intenção é contribuir para o desenvolvimento social e a cidadania, estimulando potencialidades e respeitando os limites de cada um", salienta a extensionista da Emater/RS-Ascar, Andreza Girelli, que explica ainda que as oficinas estão em sintonia com os trabalhos realizados pela entidade, especialmente por valorizar o cuidado e estimular a cultura e o conhecimento popular.


Além desta, outras atividades serão desenvolvidas até o mês de outubro, estando entre elas as oficinas de artesanato com porongos e a identificação de plantas bioativas, todas realizadas pela Emater/RS-Ascar - vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) do Governo do Estado - e com respeito aos protocolos de segurança para prevenção e enfrentamento da pandemia de covid-19. Nesta primeira etapa, 17 alunos executaram o plantio de calêndula em garrafas PET trazidas pelas famílias.


Andreza destaca que a calêndula foi a planta escolhida por estar na época de plantio, o que possibilitará aos alunos acompanhar todo o desenvolvimento, o que envolve a produção de flores. Estagiária de Serviço Social da Apae, a assistente Mara Cristina Weber destaca a importância do trabalho em parceria com a Emater/RS-Ascar, numa trajetória que já dura muitos anos. "É uma forma de os alunos terem contato com a natureza, aprenderem sobre o caráter medicinal das plantas, as novidades e é muito lindo ver a interação deles, do quanto eles gostam destes momentos", avalia.


Texto Emater/RS



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo