Dia Nacional da Equoterapia

No ano em que a ANDE-Brasil (Associação Nacional de Desporto para Deficientes) comemora 30 anos, se avança mais um grande passo. No dia 9 de abril de 2019, o Senado aprovou a regulamentação da Equoterapia como método de reabilitação de pessoas com deficiência. Essa conquista é fruto do esforço contínuo não apenas da ANDE-BRASIL, mas de todos que trabalham com Equoterapia e acreditam em seu potencial transformador. O autor da proposta, senador Flávio Arns, ressalta que a interação com o cavalo, incluindo os primeiros contatos, o ato de montar e o manuseio final, desenvolve novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima. O texto aprovado agora segue para sanção da Presidência da República.


A Apae de Lajeado oferta sessões de equoterapia para praticantes vinculados a entidade desde 2008, com o Projeto Equovita, que conta com uma equipe multidisciplinar capacitada que realiza os atendimentos semanalmente no Parque do Imigrante de Lajeado. As sessões são de 30 mim. E o tempo de permanência no projeto é de 4 anos.


Equoterapia é um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais. A Equoterapia emprega o cavalo como agente promotor de ganhos a nível físico e psíquico. Esta atividade exige a participação do corpo inteiro, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio.


Os benefícios da equoterapia:

  • Mobilização pélvica, coluna lombar e articulações do quadril.

  • Melhora do equilíbrio e da postura.

  • Desenvolve coordenação de movimentos entre tronco, membros e visão.

  • Estimula a sensibilidade tátil, visual, auditiva, olfativa, melhorando a integração sensorial – motora.

A interação com o cavalo, incluindo os primeiros contatos, os cuidados preliminares, o ato de montar e o manuseio final desenvolvem, ainda, novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo